bet urban dictionary

SEÇÕES

Exclusivo Tenente da PM do Piauí é suspeito de aplicar golpes em locadoras de carros

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Piauí.

FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O Tenente da Polícia Militar Alexandre Felipe Tupinambá Silva, lotado no 6º Batalhão, está sendo investigado por uma série de crimes envolvendo apropriação indébita de veículos, furto de cártula de cheques e uma suposta venda ilegal de um apartamento da ex-esposa. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Piauí.

De acordo com relatos das vítimas, o suspeito chegava até as locadoras de veículos fardado, usando sua posição militar para ganhar confiança dos proprietários dos estabelecimentos. Ele alugava carros e depois deixava de honrar com os acordos de pagamentos. As locadoras começaram a desconfiar quando perceberam que alguns veículos ficavam parados por longos períodos.

Em entrevista para a TV bet urban dictionary, um empresário, cujo nome não será divulgado para preservar a integridade das investigações, contou que ele chegou ao seu estabelecimento após indicações de conhecidos. “Como ele era do meu bairro, todo mundo conhecia ele, acabou que ele foi indicado por uma pessoa que eu já conhecia. Eu resolvi alugar porque aqui a gente só aluga para quem conhece, ou acha que conhece. Ele devolveu o carro e depois passou um bom tempo solicitando mais veículos. Em determinado momento, ele não devolveu mais um carro que ele alugou”, contou.

Leia Mais

Outro proprietário de uma locadora que sofreu com a mesma situação contou com o auxílio de rastreadores nos carros para conseguir localizar alguns dos veículos que estavam nas mãos do suspeito. Em um dos casos, uma Range Rover foi encontrada penhorada por R$ 35 mil e em posse de um homem apontado como agiota.

"Cheguei em um local onde estava um carro e após uma negociação com a outra pessoa que já estava em posse do veículo, o tenente deixou o carro de sua esposa como garantia para a liberação do veículo. Outro carro, um Gol, também foi localizado e devolvido, mas o proprietário do local onde o veículo estava sofreu um prejuízo de R$ 25 mil”, contou uma segunda vítima.

"Legítimo proprietário"

O tenente também é suspeito de falsificar documentos de venda dos veículos, o que fazia parecer que ele era o legítimo proprietário. Existe a suspeita de que ele contava com a colaboração de agiotas para receber os valores dos carros. A Polícia Civil informou que investiga o destino do dinheiro obtido com as transações fraudulentas, pois a própria ex-esposa do suspeito afirmou que ele não levava valores para casa.

O delegado da Polícia Civil Ademar Canabrava, responsável pelo caso, declarou que há inúmeros boletins de ocorrência registrados contra o suspeito, envolvendo falsificação de documentos, apropriação, estelionato, furto e apropriação de veículos. A ex-esposa do tenente também registrou um boletim de ocorrência quando ele se apropriou indevidamente de seu próprio veículo e fez a venda ilegal do seu apartamento.

"O tenente Alexandre é investigado também por realizar até mesmo comunicações de venda junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran), como se fossem seus próprios veículos. Os empresários envolvidos que tiveram relação com o crime também são vítimas e serão ouvidos. Os cartórios utilizados para a falsificação dos documentos serão periciados para determinar se há envolvimento de mais pessoas no esquema criminoso", contou o delegado.

Pediu carro emprestado à ex-esposa e não devolveu

A ex-esposa do policial militar relatou, por telefone, o momento em que percebeu algo errado nas atitudes do ex-marido. "Em março deste ano, ele pediu emprestado o meu carro para resolver um problema e buscar minha filha no balé, que fica a 10 minutos do meu local de trabalho. Ele demorou a volta e eu entrei em contato com a escola de balé e descobri que eles já haviam saído", contou.

Quando o tenente finalmente apareceu para devolver o carro, ele chegou em um veículo diferente. Ao questionar sobre o que havia acontecido, a ex-esposa percebeu que o suspeito estava mentindo ao dizer que ele estava em uma oficina. "Eu tirei minha filha do carro imediatamente e pedi ajuda da minha cunhada. Ele depois ficou ligando pedindo desculpas e dizendo que precisava explicar a situação, mas não disse onde o meu carro estava", contou

A ex-esposa registrou um boletim de ocorrência relatando a apropriação irregular de seu carro e, nesse momento, ela tomou conhecimento da venda ilegal de seu apartamento. Segundo o delegado Ademar Canabrava, o carro já foi localizado e será devolvido à mulher. A Polícia Civil informou que está reunindo provas para solicitar um mandado de prisão preventiva contra o tenente Alexandre.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
bet urban dictionary Mapa do site

1234