slows

SEÇÕES

Laudo que indicava que Thor Batista dirigia a 135 km/h quando matou ciclista é abolido

Filho de Eike Batista atropelou um ciclista na BR-040, em março de 2012.

THor Batsta pretou depoimento. | Reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

O laudo da perícia que atestava que o estudante Thor Batista estava em alta velocidade quando atropelou e matou um ciclista, em março de 2012, foi retirado do processo nesta quinta-feira (21), de acordo com o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. A determinação é da 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, como mostrou o RJTV.

O laudo havia concluído que o filho do empresário Eike Batista dirigia a 135km/h, na Rodovia Washington Luis. O documento foi apresentado em uma audiência, em 13 dezembro do ano passado, por um perito do Instituto Criminalista Carlos Éboli (ICCE). Segundo a defesa do estudante, a prova é inválida porque já deveria constar no processo desde o início. Segundo o TJ, os desembargadores decidiram por dois votos a um sobre a suspensão do laudo.

Também foi revogada a medida cautelar que suspendia a carteira de habilitação de Thor. O estudante responde por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, pela morte de Wanderson Pereira de Souza, quando voltava para o Rio vindo da Região Serrana.

Segundo o TJ, o desembargadores decidiram por dois votos a um sobre a suspensão do laudo. Ainda há possibilidade de recurso tanto para o Ministério Público quanto para a família do ciclista.



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
slows Mapa do site