classic slots

SEÇÕES

Pacientes com leucemia enfrentam dificuldades durante a pandemia

Cerca de 43% dos pacientes com câncer tiveram o tratamento impactado pela pandemia de covid-19

Pacientes com leucemia sofrem durante a pandemia | Reprodução
FACEBOOKWHATSAPPTWITTERTELEGRAMMESSENGER

A leucemia é uma doença que se inicia na medula óssea, onde o sangue é produzido. De acordo com o INCA, no Brasil, a incidência por 100 mil habitantes será de 10.810 novos casos de leucemia, Sendo 5.920 em homens e 4.890 em mulheres. Fonte: https://www.inca.gov.br/estimativa/estado-capital/brasil  

Por conta da pandemia, muitos pacientes estão sofrendo para conseguir agendar consultas, ter acompanhamento, há falta de sangue e até leitos.

Cerca de 43% dos pacientes com câncer tiveram o tratamento impactado pela pandemia de covid-19, como cancelamento ou adiamento de procedimentos, segundo uma pesquisa online realizada pelo Instituto Oncoguia. Na região Norte, 63% dos participantes da pesquisa afirmaram ter tido impacto no tratamento. A região Sul foi a menos atingida, com 32% pacientes afetados. A pesquisa foi realizada com 566 pacientes oncológicos e seus familiares, desse total, 429 estão em tratamento no momento. Dos pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde), 60% tiveram impacto no tratamento, contra 33% que utilizam serviço privado de saúde.

Entre esses 43%, os cancelamentos ou adiamentos de tratamentos ocorreram devido a decisões institucionais, ou seja, tomadas pelo hospital ou clínica. Os motivos fornecidos pelas instituições de saúde são: risco de contágio, priorização de pacientes, redução de equipe e impacto na infraestrutura.

Pacientes com leucemia sofrem durante a pandemia (Foto: Agencia Brasil)

Cerca de 12% dos pacientes tomaram a decisão por conta própria e 3% tomou a decisão em conjunto com o médico. Dentre os pacientes que tiveram alterações em seus tratamentos após o início da quarentena, 34% fazem quimioterapia, 31% hormonioterapia, 9% radioterapia e 9% terapia-alvo.

A pesquisa mostrou que 70% dos pacientes oncológicos se consideram grupo de risco para a covid-19. Também contribuiu para esses resultados o fato de que leitos que seriam usados para cirurgias oncológicas estão sendo ocupados por pacientes da Covid-19. Outra explicação é de que, alguns locais que fazem exames de imagem importantes para tratar e diagnosticar tumores, fecharam ou passaram a atender os atingidos pelo coronavírus como prioridade.

Apesar disso, surgiu um novo tratamento que não é necessário o uso de quimioterapia  para Leucemia Linfocítica Crônica (LLC). A LLC é um câncer de progressão lenta no sangue e na medula óssea em que algumas células brancas do sangue chamadas linfócitos B se tornam cancerosas e se multiplicam de forma anormal. Atualmente, ele é tratado somente com quimioterapia, o que gera diversos efeitos colaterais ao paciente.

A Anvisa aprovou recentemente medicamento que não necessitam o uso da quimioterapia, ele é realizado via oral e os pacientes completaram o tratamento no prazo fixo de 12 meses  e a maioria (87%) não apresentou piora da doença em 28 meses de acompanhamento .



Participe de nosso grupo no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link


Tópicos
classic slots Mapa do site